- Algumas propriedades do mel
- Breve história
- Vantagens do mel face ao açucar
- Classificação de tipos de mel
- O Mel e as Abelhas
- As Maravilhas do Mel
- Para quem o mel não é recomendado
- Dicas de Beleza

Algumas propriedades do mel

Ao contrário do açúcar refinado, utilizado como adoçante mas que facilita o acumular de gorduras, o mel ajuda a eliminar as toxinas favorecendo a digestão. Além disso:
É um ótimo revigorante para pessoas cansadas e nervosas.
É bom na prevenção e combate de gripes e constipações.
O efeito expectorante combatendo a tosse, inclusive a de indivíduos fumadores.
É bactericida, anti-séptico, anti-reumático, vasodilata-dor, diurético e digestivo, ajudando no tratamento de gastrites.
Na sua utilização externa, o mel acelera a cicatrização da pele em feridas e queimaduras leves.
O mel aumenta o nível de antioxidantes no sangue.
É um ótimo hidratante, servindo para limpar e nutrir a pele.
É ótimo na revitalização do cabelo, mantendo-o sadio.
Mastigar o favo de mel é excelente para o tratamento da sinusite e rinite.
O mel é recomendado nos casos de incontinência urinária noturna das crianças.
A ingestão de mel é recomendada com sucesso para cãibras.
É um óptimo tonificante (tonifica e rejuvenesce a pele e os músculos, anti-espasmódico, sedativo, etc).

 

Breve história

Era uma vez uma abelha… e daí surgiu o mel, néctar divino, alimento dos deuses!
Não é de hoje que o Homem descobriu todo o poder do mel. Através dos tempos, o mel sempre foi considerado um produto especial, utilizado pelo Homem desde os tempos mais remotos. Evidências da sua utilização pelo ser humano aparecem desde a Pré-história, com inúmeras referências em pinturas e manuscritos do antigo Egito, Grécia e Roma.

Existem registos sobre a utilização do mel como alimento pelos Sumérios na Mesopotâmia (2.300 anos antes de Cristo). No Antigo Egipto explicava-se a origem do mel como sendo fruto das lágrimas vertidas por Rá, deus do Sol. Zeus, pai e rei dos deuses da mitologia grega, alimentava-se do mel que as abelhas colocavam sobre os seus lábios. Na antiga China, este néctar cor de ouro e símbolo da Terra, era dado ao imperador afim de que este encontrasse força, vigor e clarividência.

O mel, como alimento sagrado, aparece tanto nas páginas da Bíblia como nas do Corão, onde é citado como o alimento do paraíso. Para os antigos, sonhar com enxames era sinónimo de prosperidade. A chamada “Lua-de-mel” teve a sua origem no costume romano em que a mãe da noiva deixava em cada noite, na alcova nupcial, à disposição dos recém casados, um pote de mel para “repor energias”. Esta prática durava toda a lua. Ainda hoje, em muitos países, encontramos a expressão “Lua-de-mel”.

 

Vantagens do mel face ao açúcar

O mel é basicamente um alimento energético, tendo como seu principal nutriente os hidratos de carbono. Conhecido e apreciado desde os tempos mais remotos, ele pode ser utilizado na alimentação, sobretudo como substituto do açúcar. Eis algumas das suas vantagens:
Mel é um alimento natural, de fácil digestão, não contém gordura nem colesterol.
Mel é menos calórico do que o açúcar.
Mel contém minerais e vitaminas.
Mel diminui o poder oxidante da carne quando pincelada antes do seu preparo.
Mel deixa os alimentos mais corados, especialmente carnes e pães.
Mel é ideal para molhos.

 

Classificação de tipos de mel

O sabor, o aroma e a cor do mel variam segundo a origem botânica do néctar recolhido pelas abelhas. Os méis escuros, por exemplo, costumam ser mais ricos em minerais e possuem aroma e sabor mais acentuados. Os claros podem não apresentar tantos minerais, tendo um sabor e paladar mais suave

 

O Mel e as Abelhas

As abelhas convertem o néctar das flores em mel, o qual armazenam nas suas colmeias. O néctar é uma solução aquosa, composta de açúcar, proteínas, ácidos e sais minerais. O processo de formação do mel começa quando a abelha suga o néctar de uma flor e o deposita no papo, uma espécie de bolsa que ela tem no corpo. Aí, e por intermédio de enzimas, o açúcar do néctar é decomposto em dois açúcares mais simples, a frutose e a glicose. Quando retorna à colmeia, a abelha deposita o néctar nos favos, onde o mesmo se irá transformar em mel. Durante esse processo, o néctar perde grande parte da água que contém, transformando-se numa substância muito doce, o mel, composto em média por 80% de hidratos de carbono, 15% de água, e 5% de substâncias diversas (ácidos, sais minerais, vitaminas, etc.).
Contudo, a composição do mel varia, dependendo da flora que lhe deu origem, das condições climáticas, da natureza do solo e do estado fisiológico das colónias, entre muitos outros fatores.

 

As Maravilhas do Mel

O mel como alimento, é importante para o equilíbrio do processo biológico do organismo. O mel contém glicose e frutose que após a sua ingestão entram directamente na corrente sanguínea, tornando-o um produto de elevado teor energético. O mel pode também ser utilizado como medicamento. Adicionar mel à sua alimentação diária enriquece a sua qualidade de vida, pois estimula e aumenta a resistência física do seu organismo.

 

Para quem o mel não é recomendado

O mel não é recomendável para crianças com menos de um ano de idade, por causa de sua flora intestinal não estar totalmente formada, ocasionando diarréia.
O mel também é contra indicado para diabéticos, apesar de natural.

 

Dicas de Beleza

Um dos mais antigos cosméticos naturais conhecidos do Homem é o mel. Durante séculos o mel tem sido utilizado de forma separada ou em conjunto com outros ingredientes para produzir diferentes tipos de cremes, máscaras de tratamento, shampoos, loções hidratantes e cosméticos em geral, sempre com o objectivo de manter a pele e os cabelos suaves e reafirmar a sua beleza natural. Já na antiguidade Cleópatra utilizava uma mistura de leite com mel nos seus banhos de modo a manter a sua jovem aparência. Também Poppea, mulher do imperador romano Nero, utilizava uma loção de leite com mel no seu rosto de forma a obter a mesma frescura juvenil.

E agora, milhares de anos mais tarde, grandes empresas do mundo da cosmética, reconhecendo os benefícios do mel no tratamento da pele, incorporam-no como ingrediente dos seus produtos. No entanto, você pode produzir os seus próprios produtos de tratamento e beleza a custos bem mais reduzidos e de um modo extremamente fácil e simples. Quem disse que os alimentos servem apenas para a nutrição? Frutas, verduras, cereais e hortaliças têm já espaço garantido no domínio da beleza. Nem sempre só os cosméticos caríssimos fazem efeito. Recorrer a cosméticos naturais é uma saída inteligente e que traz resultados.

De fato, o mel quando suavemente aquecido e espalhado sobre a pele, permite a remoção da sujidade e limpeza dos poros. Esta característica, combinada com as propriedades de produto anti-séptico natural, fazem do Mel um agente ideal para a limpeza da pele. Apresentamos de seguida uma coleção de receitas que utilizam o mel como componente principal para produzir cremes, loções, etc, e que de uma forma simples e econômica podem ser reproduzidas por você e utilizadas como os seus próprios cosméticos. Experimente e veja como é fácil e barato reproduzir alguns dos efeitos dos cosméticos comerciais, utilizando este produto natural e de características múltiplas – o mel.

 

Within 1990, Argentinian doctor, Leon rolex replica had been called the actual receiver from the Rolex Honours with regard to Business with regard to their Anabiosis Achievement inside a Easy Fresh Design. Herszage had been a very highly regarded expert within the replica watches business, along with a accurate leader within the rising replica watches uk associated with stomach walls pathology as well as surgical treatment. Among the very first physicians in order to statement about the antiseptic programs associated with focused sucrose and also the therapeutic replica watches associated with sweetie, Herszage's function has already established the common effect on the actual replica watches uk business. Furthermore, Herszage is known as getting revolutionized the planet associated with surgical treatment utilizing nearby anesthesia.